Noticias

Quando poderei sacar o dinheiro do FGTS aprovado pelo Senado?

Quando poderei sacar o dinheiro do FGTS aprovado pelo Senado

O Senado aprovou aumento do saque imediato do FGTS de R$ 500 para R$ 998, para aqueles que tinham o valor de até um salário mínimo na conta até dia 24 de julho de 2019.

Sobre essa questão, a Caixa Econômica Federal informou que “aguarda a apreciação e publicação do texto legal pela Presidência da República para divulgar informações sobre eventuais mudanças nas regras do saque imediato do FGTS”.

Assim, continua sendo válido o calendário de saque de até R$ 500, que designa que todos serão contemplados ainda este ano.

Nascidos em:

janeiro: já podem sacar
fevereiro ou março: já podem sacar
abril ou maio: já podem sacar
junho ou julho: já podem sacar
agosto: recebem a partir de 29/11/2019
setembro ou outubro: recebem a partir de 06/12/2019
novembro ou dezembro: recebem a partir de 18/12/2019

Trabalhadores que já fizeram o saque de R$500 e teriam direito de sacar o estante que completa R$998, devem aguardar o anúncio da Caixa referente ao novo calendário.

Saque-aniversário confirmado

De qualquer forma, a modalidade que permite a retirada de uma parte do FGTS todos os anos, no mês do aniversário trabalhador, entitulado “saque-aniversário” foi confirmada pelo governo. Assim, interessados já podem realizar a adesão, que por sua vez, é opcional.

Contudo, é importante destacar que ao aderir essa modalidade, perde-se o direito de sacar todo o dinheiro do FGTS se for demitido. Por outro lado, se mantém o direito à multa de 40%.

Saque para quem tem doenças raras
Caso o trabalhador ou algum de seus dependentes possuir uma doença rara, este, terá direito de sacar todo o dinheiro de seu FGTS.

O Ministério da Saúde divulgará em seu site, uma lista atualizada das doenças consideradas raras que darão direito tal benefício.

Saque de conta com até R$ 80

Caso a conta do FGTS tiver até R$80, será permitido retirar o valor, mas, desde que não tenham sido feitos depósitos por, no mínimo, um ano. Contudo, a lei só passa a vigorar 180 dias após a publicação da lei, isto é, somente em 2020.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top

Você deseja participar do processo seletivo desta vaga?